Na capital Paraense: Belém, PA, Brasil

DESTAQUES

quinta-feira, 5 de julho de 2018

Três Caçadores são devorados por leões em reserva na África do Sul




Um grupo de ao menos três caçadores sem autorização foi devorado por leões ao entrar em uma reserva na África do Sul para matar rinocerontes, contou reportagem do "Mirror".


Restos humanos foram achados na terça-feira (3/8) por funcionários do Sibuya Game Reserve. Um helicóptero foi chamado ao local para encontrar possíveis outras vítimas dos felinos.


Um veterinário teve que usar tranquilizantes para que funcionários entrassem na área a fim de recuperar membros e uma cabeça.





Rinocerontes passeiam pela reserva sul-africana


"Achamos partes de corpos e três pares de sapatos. Mas pode haver mais corpos na mata densa", disse Nick Fox, de 60 anos, dono da reserva que permite a caça de forma controlada. "Eles vieram fortemente armados, com rifles e caça e machados", acrescentou o proprietário.



A reserva é uma das mais populares na costa leste da África do Sul, com grande número de elefantes, rinocerontes, búfalos, leões e leopardos.


Em 2016, a reserva perdeu três rinocerontes para caçadores ilegais, interessados nos chifres dos animais, bastante apreciados no mercado negro e usados na medicina tradicional chinesa por terem alta contração de cálcio e fósforo. Outros acreditam em poderes afrodisíacos.


Neste ano, já foram nove rinocerontes abatidos ilegalmente em reservas da região sul-africana.





Kleynhans (à esquerda) durante uma caçada Kleynhans (à esquerda)

durante uma caçada (Fotos: Reprodução / Facebook)



Extra

Postar um comentário