Autora da novelas 'Os Dez Mandamentos' pede demisão da Record

(Foto: Reprodução)

  Após 21 anos de contrato fixo e exclusivo com a Record, Vivian de Oliveira, autora de Os Dez Mandamentos, decidiu deixar de vez a emissora. Ela contribuiu com vários folhetins contemporâneos e foi a precursora das histórias bíblicas da casa, que tiveram início em 2010.

  De lá pra cá, a dramaturga escreveu sucessos como A História de Ester, Rei Davi, José do Egito e Os Dez Mandamentos, além da mal sucedida Apocalipse, que chegou ao fim neste ano. A decisão, de acordo com o colunista Flávio Ricco, partiu da própria Vivian.

  “Pedi à Record que me liberasse do meu contrato. Ia até 2020. Fizemos um distrato amigável. Saí de lá bem”, disse ela, que em 1997, já escrevia a minissérie Por Amor e Ódio na casa. Recentemente, ela enfrentou uma situação difícil com Apocalipse.

  Seu jeito de contar a história foi contestado pela filha do bispo Edir Macedo, Cristiane Cardoso, que interferiu na sinopse do primeiro ao último capítulo e não permitiu que Vivian escrevesse a novela com base no seu ponto de vista, da sua maneira.

  Ou seja, todo o trabalho que ela teve com pesquisas e dedicação nas ideias para a trama foram por água abaixo, causando assim um desconforto. Ela escrevia um capítulo, mas o que se via na TV era algo totalmente diferente. O resultado foi desastroso.

Por: Tv Foco

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Você sabia que a mulher mais alta do Brasil é paraense? Conheça

Belém ganha nova Agência de Namoro e Matrimônio

Após injetar cimento, transexual recupera feições com procedimento