"Brasileiros dão adeus ao paraíso" - Wall Street Journal




A violência está entre as maiores preocupações dos brasileiros e é um dos grandes obstáculos para o desenvolvimento do Brasil; e assim, foi matéria do jornal norte-americano The Wall Street Journal.






Publicado nesta quinta-feira(2), o texto está entre os mais lidos no site do jornal americano.

"Brasileiros ricos estão fugindo do país, aterrorizados pela crescente violência armada e pessimistas com o futuro político e econômico do país."

Em entrevista ao WSJ o ator Thiago Lacerda disse:
"Estou totalmente assustado com o que está acontecendo, especialmente aqui no Rio."

Como destaca o jornal, dezenas de celebridades, banqueiros e outros brasileiros ricos consideram a emigração como último recurso para fugir da realidade que o Brasil vive.

Segundo a pesquisa Datafolha, também citada na matéria, 56% dos brasileiros que possuem educação superior querem deixar o país; e no geral, entre todos os brasileiros, a taxa de pessoas que gostariam de emigrar também é alta com 43%.

Além dos brasileiros estarem saindo do país de origem, o número de estrangeiros que vêem o Brasil como destino interessante para se instalar fica cada vez menor.
Os Estados Unidos continua sendo o destino preferido, mas, nos últimos anos, Portugal tem se tornado um concorrente para quem pensa em deixar o país.

“O governo do Brasil tem lutado para acompanhar o número de cidadãos que vivem no exterior, mas uma série de estudos recentes pintam um quadro sombrio”,

“Com as eleições presidenciais de outubro se aproximando, mais 41% de brasileiros se registraram para votar no exterior do que em 2014, segundo dados do governo. ”
-WSJ.

O documento "Segurança Pública é a Solução", criado nesta quinta-feira pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública e os Institutos Igarapé e Sou da Paz, possui 35 propostas para conter a violência no Brasil e está à disposição dos candidatos às eleições de outubro na internet e neste link.
No Brasil, são 61 mil mortes violentas por ano, mais de 700 mil pessoas presas e os custos da criminalidade passam de 4% da renda nacional.



Segundo o pesquisador do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (IPEA), Daniel Cerqueira, em um cálculo conservador, por ano, a violência consome 5,9% do PIB brasileiro, cerca de R$ 390 bilhões.

Infelizmente, isso significa que, além de um número crescente de vítimas, há impacto em vários setores como o afastamento de investidores, impacto no turismo, custo de produção e de logística, comprometimento na capacidade laboratorial, educacional e econômica, e nós pagamos um preço cada vez mais alto. 

A Segurança Pública é direito social, de interesse público, é finalidade de um conjunto de ações, processos e decisões jurídicas, normativas e administrativas que compõem o Sistema de Justiça Criminal.

Link da matéria:
‘I’m Totally Freaked Out’: Brazilians Weigh a Farewell to Paradise
The Wall Street Journal.



Por: Rafael Silva

Postar um comentário

0 Comentários