DESTAQUES

terça-feira, 14 de agosto de 2018

O Brasil tem 61% das crianças vivendo na pobreza

  O percentual de meninas e meninos da zona rural que não têm direitos garantidos chega a 87,5%

(Reprodução: Valter Campanato / Agência Brasil)

  Pesquisa divulgada nesta terça-feira (14) pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) aponta que 61% das crianças do Brasil são afetadas pela pobreza monetária ou se encontra em situação de restrição de direitos. O levantamento leva em conta os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) de 2015.

  Além da renda das crianças, o estudo analisou o acesso a direitos à educação, informação, proteção contra o trabalho infantil, moradia, água e saneamento. 

  São 18 milhões de meninas e meninos (34,3%) que compõem famílias com menos de R$ 346,00 per capita por mês na zona urbana e R$ 269,00 na zona rural. Destes, apenas com restrição monetária são 6 milhões de meninos e meninas e outros 12 milhões além da limitação financeira, também não alcançam os direitos. 


  Soma-se ainda um grupo de 14 milhões que apesar de não apresentarem baixa renda, não possuem o acesso aos direitos. A maioria deles estão na área rural, onde o percentual chega a 87,5% contra 41,6% da área urbana.

  Os números de privação de direitos entre crianças negras é superior ao de crianças brancas em todas as categorias. Destaca-se o acesso à informação, onde os negros são 73% daqueles que não recebem.

  Restrições 

Confira abaixo o percentual das crianças que não tem acesso aos seguintes direitos:

- Saneamento é a privação que afeta o maior número de crianças e adolescentes - 13,3 milhões

- Educação  - 8,8 milhões

- Água  - 7,6 milhões

- Informação - 6,8 milhões

- Moradia - 5,9 milhões- Trabalho infantil - 2,5 milhões



Fonte: Destak Jornal

Por: Ygor Castro


Nenhum comentário: