DESTAQUES

quinta-feira, 16 de agosto de 2018

Prefeito de Igarapé-Açu desobedece recomendação da Justiça e é alvo de investigação, diz MP

  O prefeito não cumpriu recomendação que pedia a suspensão de obras no centro da cidade. A procuradoria acredita que o prefeito violou princípios da administração público, além de leis ambientais e de trânsito.



  O prefeito de Igarapé-Açu, nordeste do Pará, Ronaldo Lopes de Oliveira (SD), é alvo de uma investigação do Ministério Público do Pará (MPPA) por não cumprir recomendação da Justiça, ao não suspender obras na rodovia PA-127, no centro da cidade. Segundo o MPPA, a decisão do prefeito pode ter violado princípios da administração pública, assim como as leis gerais de trânsito e a legislação ambiental. A prefeitura não atendeu às ligações feitas pela reportagem.

  De acordo com o MP, já havia sido expedido recomendação à Prefeitura no dia 5 de julho, pedindo que fossem retirados todos os obstáculos da via, mas mesmo assim a prefeitura instalou diversos postes de concreto, atrapalhando o tráfego de veículos. Em resposta ao pedido, o prefeito afirmou que não interromperá a obra. Ele afirmou, segundo o MP, que o serviço vai trazer benefícios aos cidadãos e ao comércio local.

  A decisão gerou protesto dos moradores. O MP disse que já houve protesto na Câmara de Dirigentes Lojistas da cidade contra o andamento das obras. Os comerciantes que trabalham no local também estão insatisfeitos. Eles afirmam que a obra impede o acesso dos veículos aos estacionamentos e garagens da região.

  Um inquérito civil foi instaurado para apurar o caso. O processo requer informações sobre a existência de previsão de gastos que autorize a prefeitura a realizar a obra. Além disso, o MPPA pediu uma cópia integral de processo licitatório.

Por: G1 Pará

Nenhum comentário: