Quatro dicas para tratar e prevenir estrias

Incômodo é mais frequente na região do bumbum, coxas, abdômen e costas.

(Foto: Reprodução)

Causadas pelo rompimento de fibras elásticas e colágenas da pele, as estrias aparecem quando há um estiramento do tecido em um curto período de tempo. Embora a ocorrência seja mais comum nas partes do corpo que armazenam mais gordura, as cicatrizes podem aparecer em qualquer região e, geralmente, está relacionada à fatores hormonais e genéticos, gravidez, aumento de peso e puberdade.

De acordo com Ingrid Peres, gerente cientifica e fisioterapeuta dermato-funcional, a estria possui duas aparências: rosadas e esbranquiçadas. “Na fase inicial da lesão as marcas são lineares e da cor da pele (rosadas), o que torna mais fácil a reversão do quadro. No estágio tardio elas cicatrizam e se tornam brancas, com espessura e larguras variáveis, sendo necessários procedimentos mais agressivos para a produção de colágeno e elastina”, explica.
Abaixo a especialista separou quatro dicas para tratar e prevenir as marcas. Confira:
Hidratação
Manter a hidratação do corpo e da pele ajuda na prevenção de estrias, já que melhora a circulação e estimula o desenvolvimento do tecido epitelial. Portanto, consuma, no mínimo, dois litros de água por dia e use cremes hidratantes após o banho.
Cuidar do Peso
Controlar o ganho excessivo de peso é fundamental para evitar o estiramento da pele e, consequentemente, reduzir as chances de surgimento das marcas. “Praticar exercícios físicos regularmente e seguir uma alimentação balanceada são essenciais para manter o corpo em equilíbrio”, recomenda a profissional.
Esfoliação
A esfoliação remove as células mortas da pele e promove uma renovação celular, mantendo a pele mais lisa e jovem.
Tratamentos estéticos
Em casos de estrias brancas, devido a cicatrização, o tratamento precisa ser mais intenso forçando a pele produzir mais colágeno e elastina. “O Laser Fracionado da Onodera é um aparelho de última geração que provoca pequenas lesões na pele, estimulando a produção de colágeno e fotorejuvenescimento seguro. O procedimento dura 30 minutos e as sessões variam de acordo com cada condição”, indica a médica dermatologista Daniela Scarpelli.
Por: Noticias Ao Minuto

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Você sabia que a mulher mais alta do Brasil é paraense? Conheça

Belém ganha nova Agência de Namoro e Matrimônio

Após injetar cimento, transexual recupera feições com procedimento