Tem medo de serpentes? Então conheça a ILHA DA QUEIMADA GRANDE


Localizada a 35 km do literal de São Paulo, sem praias e de difícil acesso, entre as cidades de Peruíbe e Itanhaém. O que mais chama a atenção dos curiosos e os métodos a Indiana Jones a respeito dessa ilha, é por ter a segunda maior concentração de cobras por área no mundo,perdendo apenas para a ilha de Shidao, na China.

Com medo do aumento das serpentes, a marinha colocou fogo na mata por diversas vezes, na tentativa de acabar com as cobras. O nome "Queimada Grande" é resultado dessas recorrentes queimadas, que por vezes, eram tão fortes que podiam ser vistas ao longe do continente.

Para se ter uma ideia, o veneno dessas cobras é cerca de cinco vezes mais forte do que qualquer cobra no território brasileiro. A ilha da queimada grande é o lar de uma das cobras mais mortais do mundo, a jararaca -ilhoa, com seu veneno letal, mata uma pessoa em duas horas.

Histórias ou Lendas sobre a ilha:

Na década de 1920 um zelador do farol foi enviado à ilha com sua mulher e sua filha de cincos anos.
Nessa época o farol era usado para avisar os navegantes sobre as perigosas correntes em torno da ilha.

Durante uma viagem para levar recursos, a equipe encontrou o farol abandonado e a porta aberta. A família acabou sendo encontrada morta, em uma trilha na encosta. Diz a lenda que, apesar dos muros de proteção em torno do farol, uma cobra conseguiu entrar.

Até hoje, muitos dos que visitam a ilha afirmam ouvir a leve risada de uma garotinha ecoando com o vento. Outra lenda conta a história de de três pescadores famintos que voltavam ao continente depois de uma viagem de pesca, foram atraídos pelas bananeiras da ilha.

Uma vez na ilha, os três pescadores foram picados por cobras e voltaram correndo para o barco.
Várias semanas depois, dois dos corpos foram encontrados em poças de sangue, o terceiro pescador nunca foi encontrado. Existem muitas histórias verdadeiras sobre essa ilha e outras que não passam de mitos e lendas.

Você se arriscaria em um passeio por lá?

Antes, porém,que você embarque nessa aventura, é sempre bom lembrar da temida jararaca- ilhoa, que consegue muitas vezes se manter camuflada entre as folhas.

A vida é uma aventura ousada e cabe a você decidir encarar seus medos ou fugir deles.

Até a próxima, beijos de luz!



Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Você sabia que a mulher mais alta do Brasil é paraense? Conheça

Belém ganha nova Agência de Namoro e Matrimônio

Após injetar cimento, transexual recupera feições com procedimento