sábado, 17 de março de 2018

4 dicas para as mulheres terem uma vida sexual mais saudável




Conversar com a médica ginecologista sobre a vida sexual, especialmente sobre alguns problemas que estejam lhe fazendo não atingir o orgasmo, pode ser a solução para uma rotina sexual mais frequente, intensa e prazerosa.


A revista norte-americana Cosmopolitan listou alguns dos conselhos mais frequentemente dados pelos ginecologistas para que as mulheres possam ter uma vida sexual mais satisfatória e, claro, saudável. Conheça e adote:

1 – Lubrificar ao máximo. A secura vaginal é um dos problemas que mais atormenta as mulheres, mas é também um dos problemas que pode ser resolvido mais facilmente. Recorrer a lubrificantes ou intensificar as preliminares ajuda a relaxar os músculos vaginais, aumentar a fluidez do sangue e a ficar mais lubrificada, diz a ginecologista Jane Minkin.

2 – Usar as mãos. Durante as preliminares ou durante o sexo, a mulher não deve sentir-se envergonhada por dar uma mãozinha a si mesma… literalmente. Segundo a médica Kelly Culwell, a masturbação feita ao mesmo tempo da penetração ajuda a intensificar o orgasmo e até a dar umas dicas à outra pessoa.

3 – Lavar as mãos… sempre! Para evitar possíveis infecções, contágio de bactérias ou alergias, nada como manter as mãos bem limpas antes de começar a brincadeira.

4 – Conhecer seu corpo e evitar certas posições. Algumas mulheres sentem uma ligeira dor durante o ato, algo que pode ser contornado quando a mulher conhece o próprio corpo e consegue evitar posições que podem ser incômodas.

POR NOTÍCIAS AO MINUTO

Modelo sueca faz sucesso na Internet com suas longas pernas


© Reprodução / Instagram

A modelo sueca Iya Ostergren conquistou usuários das redes sociais graças às suas pernas compridas, informa o canal de televisão 360.

Ela tem 1,78 m de altura e pernas com 108 cm de comprimento. Para se vangloriar de suas formas, a modelo costuma postar com frequência fotos em sua página do Instagram.'
Ostergren confessa que na infância parecia uma "patinha feia" e sentia vergonha de sua magreza extrema. Em 2013, ela se matriculou em uma academia de bodybuilding para combater a depressão. O resultado não demorou a aparecer.
Através das redes sociais, a modelo conheceu seu marido, um atleta de bodybuilding. Apesar de ter duas filhas, Ostergren consegue manter uma ótima forma. Com informações do Sputnik News. 
POR NOTÍCIAS AO MINUTO

Qual o melhor exercício: corrida ou bicicleta?


© Daniel Llorente / Unsplash

Corrida ou bicicleta? Esses são treinos cardiovasculares bastante completos, cheios de vantagens e que não exigem muito além de um par de tênis ou uma bicicleta e força de vontade. Entre um ou outro, tem a preferência pessoal de cada um, mas a verdade é que são diferentes e, segundo a Women’s Health UK, um é melhor que outro.


Em um artigo publicado esta semana, a revista especializada em esporte analisou paralelamente os treinos de corrida e bicicleta sob vários ângulos, chegando à conclusão que bicicleta é o melhor treino de cardio.


Vejamos os efeitos de um e outro no corpo: segundo um estudo feito na universidade de Birmingham, em dois treinos com a mesma duração e intensidade, se nota que no caso da corrida há maior perda de gordura na zona abdominal. Contudo, se ao treino de bicicleta associar treino muscular com agachamento com pesos, os resultados serão bem mais visíveis que no primeiro caso, conclui o mesmo estudo.

Quanto ao cérebro, um estudo feito na Universidade de Arizona aponta que a corrida traz benefícios para a mente, ao melhorar a capacidade de multitasking. Já a bicicleta, e passando para um outro campo, é mais benéfico no sentido que o hábito se encaixa melhor com o dia a dia - ao optar pela bicicleta em vez de carro,está aderindo a uma prática mais saudável ao mesmo tempo em que se desloca para as tarefas diárias, além de que economiza dinheiro.

Voltando aos benefícios e malefícios dos treinos para o corpo humano, na corrida o praticante está mais propício a lesões nos joelhos, que se devem, de forma geral, ao mau posicionamento do pé ou ao grande impacto do pé no solo. Também o quadril e os tornozelos estão mais expostos a lesões na corrida do que na bicicleta.

Já na bicicleta, os riscos de lesões são menores, ainda que se aponte a possibilidade de se machicar na zona genital, por conta de uma má postura.

Em suma, e segundo os personal trainers com que a Women’s Health falou, “além de ser bastante acessível, para não mencionar que é de graça, a corrida ajuda a melhoras a densidade óssea, protegendo contra a osteoporose”, contudo, a bicicleta ‘ganha’ a nível muscular, “graças aos seus benefícios para vários grupos musculares, menor risco de lesão e acessibilidade ao tipo de treino.

POR NOTÍCIAS AO MINUTO

Água de arroz pode ser muito útil para sua saúde no seu dia a dia



Na Ásia, a água de arroz é utilizada há muitos séculos como tratamento natural para a pele e cabelo. Isso porque esse alimento em substâncias, como ácido felúrico e orizanol, que funcionam como poderosos antioxidantes para proteger os fios da ação de radicais livres e ajudar em sua regeneração celular.

Benefícios para o Cabelo

Os componentes da água de arroz têm a capacidade de reparar os fios, hidratá-los e devolver o brilho. Além disso, o alimento é um bom tratamento natural para queda de cabelo, já que ajuda na reparação e fortalecimento dos fios. Essa técnica pode ser também uma boa aliada para quem tem os fios tingidos e quer evitar o cabelo desbotado.

Pele

Para a pele, essa água é reconhecida por sua capacidade de estimular a produção de colágeno – responsável pela elasticidade e aparência jovem da pele. Ainda, a água de arroz ajuda a remover as células mortas.
Como preparar
Despeje uma xícara de arroz integral cru em um recipiente de vidro e cubra-os completamente com água filtrada e fervida. Mexa a mistura e deixe descansar por cerca de 8 horas. Depois, peneire o arroz e guarde a água em um frasco borrifador.
Se for cozinhar o arroz, ferva-o com o dobro do volume de água, para que ele não absorva todo o líquido. Deixe cozinhar por cerca de 15 minutos, peneire, guarde  em um frasco e espere esfriar antes de usar.
Vale lembrar que o arroz utilizado pode ser consumido normalmente e não precisa ser desperdiçado.

Como aplicar

No cabelo
Com os cabelos já lavados, borrife a água de arroz em toda a extensão dos fios e massageie por alguns minutos. Esse procedimento pode ser repetido uma vez por semana.
Na pele
Lave o rosto com os produtos que costuma utilizar e depois borrife ou espalhe com um algodão . Essa técnica ajudará a tonificar, controlar a oleosidade.
Esta informação não deve nunca substituir o conselho de um médico se você tem alguma dúvida, consulte o seu médico.