DESTAQUES

quinta-feira, 15 de agosto de 2019

15 de Agosto é Feriado no Pará – “Adesão do Pará”



O feriado estadual desta quinta-feira (15) lembra uma data importante: o dia da Adesão do Pará à Independência do Brasil. O professor e historiador história Jean Ribeiro conta esse acontecimento que marcou o Estado.

Em 1823, o Pará era a única província que não fazia parte do país e as ameaças eram fortes para mudar essa situação. “O Brasil se torna independente no dia 7 de setembro e a Província do Grão Pará não aceita fazer parte do Brasil, fiel a Portugal. Um ano depois, nós vamos aceitar, nós vamos aderir ao Brasil. Porém, essa adesão não foi tão simples. Dom Pedro I, Imperador do Brasil, envia pra cá pro Pará um comandante de fragata inglês, John Grenfill, que havia sido contratado para formar a nossa Marinha. E ele veio com a missão de incorporar o Pará ao Brasil, custe o que custar. Chegou aqui e fez isso de maneira dramática”, Na época, a sede da colônia portuguesa era no Palácio Lauro Sodré, no bairro da Cidade Velha. Foi no local que, no dia 15 de agosto de 1823, o documento de adesão do Pará foi assinado.

Segundo historiadores, parte da população paraense se revoltou. Três meses depois da assinatura do documento, houve uma manifestação onde atualmente é a Praça Frei Caetano Brandão. O que eles queriam eram direitos iguais aos dos portugueses que viviam no Pará.

O cônego Batista Campos era um dos líderes desse movimento e conseguiu escapar da morte. Mas, um grupo de paraenses não teve a mesma sorte do cônego.

A Baía do Guajará foi palco de um massacre: 256 manifestantes foram colocados dentro do porão de um navio e morreram asfixiados. A embarcação ficou conhecida como Brigue Palhaço. “O nome do navio é Brigue São José Diligente, em função do que aconteceu, da forma como eles foram mortos, em função inclusive da utilização de cal na morte dos homens, isso ganhou notoriedade e entrou para os anais da história dessa forma. A fisionomia dos paraenses que estavam mortos ali no porão, asfixiados, com os lábios e os olhos arroxeados e o rosto esbranquiçado lembravam palhaços

Fonte: @estadodoparaonline

terça-feira, 13 de agosto de 2019

'Casal da Bike' que apareceu no fantástico, declara fim do relacionamento um mês antes do casamento e o motivo teria sido infidelidade.

Em uma publicação no Facebook, Carla Rovene declarou o término do relacionamento com Alan Xavier. O motivo teria sido infidelidade por parte dele. Os dois ficaram conhecidos em janeiro deste ano quando Carla divulgou uma foto e um texto sobre o esforço de Alan para buscá-la no trabalho, longe 36 quilômetros de casa. O que chamou atenção do público foi o fato do casal percorrer a cidade de bicicleta todos as madrugadas, ato que, segundo o texto, era feito para ela “voltar em segurança para casa”, o texto visualizou e virou matéria no fantástico. No último domingo, 11, Carla publicou um texto no Facebook anunciando o fim. Segundo ela, conversas com outra mulher no celular de Alan foram o começo para desestabilizar o relacionamento. No dia 4 de agosto, aniversário de Alan, Carla relata no texto que ficou sozinha em casa com os filhos enquanto ele foi comemorar mais um ano de vida com outra pessoa. Para manter o casamento que estava próximo [eles se casariam em setembro desse ano], ela deu mais uma chance. Até que, na quinta-feira, 8, antes da última reunião de preparativos para a celebração, Alan enviou uma mensagem por Whatsapp informando que “iria embora de casa”. Por fim, Carla declara: “Meu relacionamento acabou, e daqui por diante ele vai ser apenas o pai do meu filho. E para ti [Alan], Parabéns por toda ingratidão e falta de consideração comigo”.

  Fonte:@estadodoparaonline

sexta-feira, 9 de agosto de 2019

Benefícios do açaí: emagrece, retarda envelhecimento e previne doenças


Foto: Camila Neves

Típico da região amazônica, o açaí é recheado de nutrientes que fazem bem à saúde. Fruto do açaizeiro, uma espécie de palmeira, ele é originário do norte do Brasil. Também chamado pelo nome científico de Euterpe oleracea, hoje é produzido em diversas regiões do país e do mundo.


E o segredo dessa paixão pela fruta não está só porque ela é saborosa. Os benefícios do açaí são o que fazem dele um alimento muito especial. Isso porque é rico em vitaminas que melhoram o funcionamento do corpo como um todo.

São elas: complexo B (principalmente B1 e B2), vitamina C, E, magnésio, fósforo, potássio e até fibras, como destaca a nutricionista funcional e esportiva Orion Carneiro, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).
7 benefícios do açaí para o organismo
1. Emagrece

O açaí exerce um importante papel para controlar o peso e ajudar no emagrecimento. Por ser muito rico em fibras, ele ajuda a aumentar a sensação de saciedade no organismo — o que faz a gente comer menos –, e influencia diretamente na diminuição da compulsão alimentar.
2. Reduz colesterol

A fruta é rica em antioxidantes (antocianinas e proantocianidinas, que dão a cor roxa), que são responsáveis por controlar, prevenir e até inibir processos inflamatórios. Elas também atuam na redução do LDL-colesterol (o famoso colesterol ruim).
3. Previne doenças do coração

Outro dos benefícios do açaí é a prevenção de doenças. Esses mesmos antioxidantes também melhoram a sensibilidade da insulina e reduzem a pressão arterial. “Tudo isso ajuda muito na prevenção de doenças cardiovasculares”, explica a nutricionista Orion Carneiro.


Além dos antioxidantes, o açaí ainda contém gorduras monoinsaturadas, que, ao contrário do que pode parecer, são ótimas para a saúde — principalmente para o cérebro.
4. Previne Alzheimer

As antocianinas e proantocianidinas também ajudam a prevenir a Doença de Alzheimer. Isso acontece porque essas substâncias ajudam a reduzir a exposição de células nervosas a processos degenerativos e inflamatórios recorrentes, que são justamente os fenômenos que abrem caminho para o colapso do tecido cerebral.
5. Retarda o envelhecimento

É exatamente esse processo de evitar que as células passem por esses constantes ataques que também permite o retardamento do envelhecimento e dos seus efeitos no cérebro e até na pele, como o aparecimento de acnes e celulite. Comer açaí pode ajudar nisso também.
6. Previne o câncer

De acordo com Carneiro, diversos estudos científicos já mostraram a relação do consumo de açaí com a prevenção de câncer. As substâncias chamadas de polifenois ajudam a reduzir fatores ligados ao desenvolvimento da doença, como a produção de radicais livres. Sem contar que conseguem promover a morte das células cancerígenas.
7. Ajuda no intestino

Além de tudo isso, o açaí ainda é ótimo para quem sofre de constipação (prisão de ventre). Mas Orion aconselha: “Sempre que consumir alimentos ricos em fibras, é importante aumentar o consumo de água também, pois a hidratação é fundamental para o ‘amolecimento’ do bolo fecal e melhor funcionamento do intestino”.
Como consumir açaí

Açaí com banana, açaí com leite condensado, leite ninho, granola, são diversas as variações. Entretanto, a nutricionista Orion afirma que a melhor forma de consumir o açaí é como fruta mesmo, com o menos possível de aditivos.

“Assim, aproveitamos 100% de todos os nutrientes deste alimento funcional”, explica ela. A segunda melhor forma de comer é com a polpa congelada, sem adição de xarope. Neste caso, “é possível bater com outras frutas, água de coco, batata yacon e mel, que são opções mais docinhas”, completa.

Nada de colocar açúcar, leite condensado, farinhas, entre outros. “São alimentos ricos em açúcares e gorduras ‘ruins’, que contribuem para o ganho de peso e aumento do risco de doenças crônicas”, alerta a especialista.

A fruta pode ser consumida diariamente na quantidade de 15 unidades ou 30 gramas de polpa congelada (por volta de 110 calorias). Mas o ideal é procurar um profissional de nutrição para que ele adeque a necessidade energética de acordo com os gastos calóricos de cada um.

Açaí antes ou depois dos treinos?

Por conter carboidrato, o açaí é um grande aliado das atividades físicas. Mas, para isso, ele precisa ser incluído de forma correta na alimentação de acordo com o objetivo de cada um.

“Se for aumentar energia durante o treino, o ideal é consumir 30 minutos antes do exercício. Mas se o objetivo for o ganho de massa muscular o ideal é consumir após o treino”, explica a nutricionista.

Ele ajuda muito na prevenção de lesões musculares, melhora o rendimento, aumenta a força e a massa magra (muscular) — além de influenciar na perda de peso.

E não existe contraindicação. O risco de consumir açaí em excesso é que pode contribuir para o ganho de peso, pois é uma fruta que contém uma quantidade considerável de calorias. “Não é só porque o alimento é saudável que podemos abusar. O segredo é sempre o equilíbrio”, lembra Orion.



quinta-feira, 8 de agosto de 2019

Operação investiga empresa ligada ao ex-prefeito de Belém (PA) Duciomar Costa



A Justiça Federal acatou pedido do Ministério Público Federal (MPF) e autorizou a Polícia Federal (PF) a realizar, na manhã desta terça-feira (6), a operação Cidadela, para o cumprimento de mandados de busca e apreensão de documentos e informações sobre mais uma empresa que, segundo os investigadores, pode fazer parte de um sistema de desvio de recursos públicos comandado pelo ex-prefeito de Belém (PA) Duciomar Gomes da Costa.

Os mandados estão sendo cumpridos na empresa Salute Medicamentos, em Ananindeua, na região metropolitana de Belém, e na residência do sócio-proprietário da empresa, Adalberto Araújo Rocha Júnior, na capital paraense. Estão sendo coletados, nesses locais, documentos, aparelhos eletrônicos e valores em dinheiro. Segundo investigações realizadas pelo MPF e pela Controladoria-Geral da União (CGU), há indícios de que Duciomar Costa seja sócio oculto da empresa.



A operação Cidadela é um desdobramento das operações Forte do Castelo 1 e 2, que, no final de 2017 e no final de 2018, respectivamente, desvendaram vários esquemas de corrupção com dinheiro público repassado para a prefeitura de Belém durante os mandatos de Duciomar Gomes da Costa.

Ao analisar dados coletados nas operações anteriores, a CGU encontrou indícios da ligação do ex-prefeito com a empresa: comprovantes de pagamentos, extratos de transações financeiras, e imagens com coordenadas geográficas idênticas às de endereço da sede da empresa.

Indícios de fraudes – A Salute Medicamentos, empresa fornecedora de medicamentos e produtos hospitalares, já recebeu R$ 35 milhões em recursos públicos da área da saúde, por meio de contratos com cerca de 30 prefeituras e órgãos públicos realizados nos últimos cinco anos. Análises realizadas pela CGU apontaram indícios de ilegalidades em, pelo menos, três processos licitatórios promovidos pela prefeitura de Barcarena, município vizinho a Belém.

As cópias de contratos analisadas foram encontradas na residência de Duciomar Costa. Os pregões presenciais examinados foram realizados pela prefeitura de Barcarena para a aquisição de medicamentos, materiais hospitalares e de laboratório. As análises indicaram provável direcionamento das licitações desde a sua fase interna, por meio da utilização de estratégias que removeram a ampla competitividade do processo licitatório, beneficiando um pequeno grupo de empresas, entre as quais a Salute Medicamentos.

Também há indícios de que os preços contratados estavam acima dos preços de mercado. Medidas como essas impactam diretamente na qualidade dos serviços de saúde prestados pelos municípios, já que a administração deixa de adquirir os produtos a preços mais vantajosos.

O nome da operação, Cidadela – fortaleza que protege uma cidade –, é uma referência ao nome das operações anteriores, Forte do Castelo, edificação histórica construída na fundação de Belém para conter ataques de invasores que rondavam a região.

R$ 65 milhões bloqueados – Pelas fraudes detectadas nas investigações que levaram às operações Forte do Castelo 1 e 2, o MPF já obteve na Justiça Federal decisões que determinaram o bloqueio de cerca de R$ 65 milhões em dinheiro de Duciomar e das empresas relacionadas ao grupo, e também o bloqueio de terrenos e apartamentos em Belém, Marituba, São Paulo e Goiás, além de fazenda de Duciomar Costa localizada no município de Nova Timboteua. A Justiça Federal já leiloou judicialmente 13 salas comerciais localizadas em Belém. O valor obtido no leilão está depositado em conta judicial.

Duciomar Costa, que governou a capital paraense entre 2005 e 2012, chegou a ser preso na operação Forte do Castelo 1, em dezembro de 2017. Ele já responde a seis ações de improbidade e cinco ações criminais pelas descobertas da Forte do Castelo 1. Na Forte do Castelo 2, foram descobertas novas ramificações do esquema de corrupção, mostrando fraudes e corrupção em grandes obras públicas conduzidas pela prefeitura na época: o Portal da Amazônia, a Macrodrenagem da Estrada Nova e o BRT Belém. As três obras permanecem inconclusas até hoje, passados sete anos do fim do último mandato de Duciomar Costa.

Antes das operações Forte do Castelo 1 e 2, Duciomar já respondia a processos criminais, ações civis públicas e ações de improbidade por problemas na aplicação de recursos da saúde e de diversos convênios federais. No total, ele é réu em 20 processos, só na Justiça Federal.

Com informações do MPF

Fonte: Jornal de Brasília

Empresa promove evento em Belém para debater os impactos da LGPD


Foto: DINO / DINO

A Adistec Brasil, distribuidora de valor agregado com foco em infraestrutura para Data Centers e Segurança da Informação, retoma a primeira temporada do Adistec Forum e desembarca na capital paraense para debater os impactos da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), na gestão de informações e no cenário corporativo. O evento é gratuito e ocorre no dia 08 de agosto, no hotel Hotel Grand Mercure Belém, localizado na Av. Nª Sra. de Nazaré, 375 - Nazaré, Belém.



Criado para levar debates sobre os principais desafios do mercado para se adequar à nova lei, o Adistec Forum apresenta novidades em soluções com as melhores fabricantes da região e tendências de tecnologia para o público de todo o país. Para isso, representantes de marcas como Forcepoint, Intel, Pure Storage, Veeam, Veritas, Quest e Thales irão apresentar ao público visitante como as suas soluções podem ser aplicadas seguindo a nova realidade imposta pela LGPD, que entrará em vigor em agosto de 2020.


"As regiões Norte e Nordeste apresentam um potencial enorme de oportunidades. Além de levar conhecimento aos participantes sobre as mudanças no cenário de TI, em decorrência da LGPD, temos a chance de apoiá-los na identificação de novos negócios", comenta José Roberto Rodrigues, country manager da Adistec Brasil.

O evento ainda contará com a participação especial da advogada Cristina Sleiman especialista em Direito Digital, que irá traçar uma análise sobre como a LGPD vai influenciar o cenário corporativo e jurídico das empresas, abordando as mudanças nas relações entre o usuário final e as companhias.

O Adistec Forum está em sua primeira temporada e irá percorrer várias capitais do Brasil ainda no segundo semestre. A próxima edição acontece em Fortaleza (CE) no dia 20/08. Para participar ou obter mais detalhes do evento, os interessados devem acessar o link: https://adistec.enube.me/abp/n/adistec-forum-belem-enduser

Serviço

Evento: Adistec Forum

Data: 08/08 (quinta-feira)

Hora: 14h30

Local: Hotel Grand Mercure Belém

End.: Av. Nª Sra. de Nazaré, 375 - Nazaré, Belém (PA)

Inscrição: https://adistec.enube.me/abp/n/adistec-forum-belem-enduser