Após 20 anos, Paulo André Barata retorna aos palcos




Foto: Walda Marques


Em suas veias correm o sangue de um dos mais importantes intelectuais paraenses: Rui Barata, santareno que ganhou o mundo através da arte e da política. Falamos do cantor e compositor Paulo André Barata, que retorna aos holofotes com o novo trabalho. Desta vez o disco homônimo nas versões CD e LP.

Com canções inéditas e regravações, o novo trabalho marca o retorno dos trabalhos do artista na música, após 20 anos longe dos estúdios: “O álbum tem parte da minha alma, ele é eclético, tem desde canção amazônica, que eu não pensava que ia fazer e fui desafiado pelo Paulo, que me deu corda, até as músicas do caribe, com pessoas que eu gosto muito. Apostei em dois arranjadores fantásticos que são o Tynnoko Costa e o Luiz Pardal que deram parte do seu conhecimento e da sua sensibilidade a esse disco”, conta o artista.

O álbum conta com parceria de renomados músicos da região como Leila Pinheiro, Lucinnha Bastos, Alba Maria, Lia Sophia e Andréa Pinheiro.

Paulo André Barata é considerado um dos grandes nomes da música popular brasileira. Teve as suas primeiras obras, "Indauê Tupã" e "Esse Rio é Minha Rua", gravadas por Fafá de Belém em 1976 no LP "Tamba Tajá", que lançou a cantora nacionalmente. Consecutivamente teve outros singles gravados pela cantora paraense e que se tornaram conhecidos mundo a afora.  

Texto: Silvano Viana 

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Você sabia que a mulher mais alta do Brasil é paraense? Conheça

Belém ganha nova Agência de Namoro e Matrimônio

Após injetar cimento, transexual recupera feições com procedimento