Estudante de medicina em Belém personaliza receita para paciente analfabeto e vira assunto nacional




Um gesto simples de uma estudante de medicina em Belém ganhou destaque nacional. Manuela Lemos, estagiária na Unidade Básica de Saúde do bairro da Condor, periferia da capital paraense personalizou uma receita a um paciente analfabeto para que lembrasse os horários que deveria tomar os medicamentos de hipertensão e diabetes.

Na receita, a universitária supervisionada pela médica Rayssa Miranda adesivou com fitas o documento e a embalagem dos medicamentos junto aos respectivos horários que deveriam ser ingeridos. Ela também sinalizou a medicação que deveria ser aliada a alimentação do dia. A idéia surgiu após observarem que o paciente tomava os medicamentos de forma desordenada.

A iniciativa até então inédita chamou a atenção da imprensa, e está semana, foram convidadas para o programa "Encontro com Fátima Bernardes", da Rede Globo, um dos mais importantes da TV Brasileira. A edição foi ao ar nesta segunda-feira, dia 10.

Entenda as fitas

1-A primeira fita do receituário, prata com estrelas, é para lembrar do medicamento ao amanhecer, que deve ser tomado em jejum.
2-A fita amarela para que tome durante o dia e a azul para que tome a noite.
3-A de arco-íris é para lembrar que o "almoço e o jantar devem ser coloridos, com legumes, proteínas e carboidratos".
4- Os adesivos das frutas, para lembrar de "comer algo leve e tomar a medicação em seguida, antes de dormir".

Médica e estudante ao lado de Fátima Bernardes. Foto: Gshow 

Texto: Silvano Viana
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Você sabia que a mulher mais alta do Brasil é paraense? Conheça

Belém ganha nova Agência de Namoro e Matrimônio

Após injetar cimento, transexual recupera feições com procedimento