Farinha de Piracuí agora pode ser comercializada em todo o Pará




Produtores paraenses que atuam na fabricação da farinha de “Piracuí” agora podem comemorar. Tudo porque, a Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará) regulamentou a atividade por meio da portaria nº 3.250. A partir de agora os pequenos produtores passarão a ter acesso as normas sanitárias e assim comercializar o produto em todo o estado.

Dentre as regras sanitárias presentes na portaria, está o cuidado desde o recebimento do Acari, passando pela lavagem adequada do pescado, seguindo para o cozimento, descamação, desfio da carne até a embalagem do produto. 

A produção de farinha de Piracuí é típica da região oeste paraense, a exemplo dos municípios de Prainha e Santarém. Para quem não conhece, a ela é produzida a partir do pescado, conhecido como Acari. Tudo começa com a fabricação do peixe descascado, assado e moído. Posteriormente os ossos e espinhas maiores são retirados. O sabor e o odor são característicos do pescado, e pode ser utilizados em farofas, tortas, ou bolinho.



Como preparar um bolinho de Piracuí

1/2 kg de batata 4 colheres (sopa) de azeite 2 colheres (sopa) de alho picado 1 cebola batida 1/2 kilo de piracuí 1 colher (sopa) de salsinha picada 1 colher (sopa) de cebolinha picada Molho de pimenta à gosto Sal à gosto 2 ovos 1 xícara de leite 2 xícaras de farinha de rosca Óleo para fritar

Modo de preparo Cozinhar a batata na água. Depois de cozida, amassar bem em um espremedor. Numa panela, refogar no azeite o alho e a cebola. Juntar o piracuí. Juntar molho de pimenta à gosto. Juntar a salsinha e a cebolinha. Misturar. Adicionar a batata amassada. Mexer bem com colher de pau. Checar o sal. Desligar o fogo.

Coloque em 3 pratos, o leite, os ovos batidos com um garfo, e a farinha de rosca. Depois de frio, fazer bolinhos com a massa e passar primeiro no leite, depois nos ovos e finalmente na farinha de rosca. Fritar em óleo quente e escorrer sobre papel toalha. Servir com limão ou molho de pimenta.


Texto: Silvano Viana
Fotos: Divulgação
Receita: Santarém Turismo

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Você sabia que a mulher mais alta do Brasil é paraense? Conheça

Belém ganha nova Agência de Namoro e Matrimônio

Após injetar cimento, transexual recupera feições com procedimento