Fatos & Curiosidades: Poltergeist de Caiçara - RS As pedras que surgiam do nada.

(Foto: Reprodução)

Acontecimentos incomuns presenciados na casa de uma família moradora na zona rural de Caiçara impressionou as pessoas, e se tornou o principal o assunto da cidade.Assustada e sem saber a quem recorrer, a família que presenciava os fenômenos acionou a Brigada Militar, que foi ao local e mesmo sem encontrar explicações registrou uma ocorrência.

 Os policiais se dizem espantados com os fatos observados. "Vimos pedras sendo jogadas ou caindo em cima do telhado da casa, nas paredes. O detalhe é que não quebrava a telha. Nas paredes, não ficava sinal nenhum dessas pedras", conta o Sargento João Aquino.

Na residência vivia um casal com três filhos, um menino de oito anos e duas meninas, de 11 e 15 anos. "Jogavam pedras na casa, como uma chuva. A gente chamava a polícia. Ela vinha, olhava por tudo e não enxergava nada. A casa toda fechada e enchia de pedra dentro.

Depois que acamou um pouco as pedras, começou a virar os roupeiros", relata o casal que prefere não ser identificado.
O sargento afirma que não era possível ver exatamente de onde as pedras vinham. “Só se ouvia o barulho do impacto e, em seguida, já víamos as pedras caídas no chão”, acrescenta.

Um soldado que também esteve na propriedade, por duas vezes, enquanto os fenômenos aconteciam. Na segunda vez, por volta de meia-noite, quando o policial presenciou a “chuva de pedras”, que se estendeu até as 3 horas da manhã do dia seguinte.

“Eu comecei a procurar ao redor para ver se encontrava algo, mas as pedras caíam de todos os lados. O mais incrível era que nenhuma caía fora da casa, todas no telhado, eram pedras de todos os tamanhos, grandes, pequenas. Quando eu estava num lado da casa, elas vinham do outro”.

(Foto: Reprodução)


O prefeito ajudou a família, através do acompanhamento de uma assistente social e uma psicóloga.
Um médium exorcista se dirigiu até a casa para exorcizar a filha mais nova do casal, principal foco das manifestações, só que quem ficou possuída foi a filha mais velha, de 15 anos.

O médium Nelson Júnior Paz afirma ter exorcizado a garota. "O espírito se afastava da menina quando a gente chegava perto da casa. Então eu me retirei para que ele baixasse nela e eu pudesse fazer o exorcismo. Também perguntei porque ele estava perturbando aquela menina, o que acontecia. A todo momento ele dizia que queria a vida dela ou a propriedade de volta", diz.

Costa filmou o procedimento. Após o exorcismo, os moradores decidiram demolir a residência.
compreendido pela comunidade como uma possível manifestação sobrenatural.

(Foto: Reprodução)


O que realmente seria isso?

A fúria de um espírito querendo sua terra de volta ou demônios querendo a alma daquela jovem atormentando assim,toda sua família!

Deixe seu comentário.

Amor, Gratidão e fé.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Você sabia que a mulher mais alta do Brasil é paraense? Conheça

Belém ganha nova Agência de Namoro e Matrimônio

Após injetar cimento, transexual recupera feições com procedimento