DESTAQUES

quinta-feira, 13 de junho de 2019

Projeto Territórios pela Paz é instalado no bairro da Cabanagem

Foto: Elielson Modesto / Ascom Segup


Com um efetivo de mais de 180 agentes, o Sistema de Segurança Pública e Defesa Social (Sieds) deu início, nesta quarta-feira (12), as ações de prevenção e ostensividade na Cabanagem, em Belém. O local é o primeiro dos sete bairros que receberão o Territórios pela Paz (Terpaz), que é coordenado pela Secretaria de Articulação e Cidadania e já soma 116 projetos envolvendo todas as 27 secretarias e órgãos púbicos do Estado, que trabalharão de forma conjunta.

Neste primeiro dia, oito mandados de prisão foram cumpridos, com uma pessoa presa, além de duas prisões efetuadas pelo crime de furto de energia. Um adolescente foi encaminhado para a Divisão de Atendimento (Data), por ter sido encontrado com 17 trouxas de entorpecentes. A presença das forças policiais permanecerá no bairro, promovendo também o policiamento comunitário e de aproximação com a população.

Equipes do Corpo de Bombeiros deram instruções de como prevenir acidentes domésticos e realizar primeiros socorros
Foto: Elielson Modesto / Ascom Segup

Paralelo a isso, foram emitidas carteiras de identidades gratuitamente aos moradores na Delegacia de Polícia do bairro. Instruções de como prevenir acidentes domésticos e atendimentos de primeiros socorros foram feitos pelo Corpo de Bombeiros Militar, na Associação de Apoio Comunitário da Cabanagem. Alunos do projeto Escola da Vida, já desenvolvido no bairro, também fizeram demonstração de como proceder em casos de acidente.



Cidadania – A moradora do bairro, Raimunda Barreto, esperava a volta do filho da escola para ir até a delegacia para tirar o Registro Geral da criança. "É muito importante, tudo hoje pede a documentação, então vim logo aqui que está sendo rápido e fácil de tirar", contou. Nos próximos sábados, dias 15 e 22 de junho, 150 cédulas serão ofertadas aos moradores. Tudo de forma gratuita.

O Departamento de Trânsito do Pará (Detran) atuou em ações educativas e de fiscalização. Entre as ações desenvolvidas estavam a operação Tróia, que fiscalizou veículos para identificação de irregularidades administrativas, clonagem, adulteração veicular, por exemplo, além da abordagem educativa em estabelecimentos comerciais.

Ualame Machado falou das etapas do TerPaz, que já soma 116 projetos envolvendo todas as 27 secretarias e órgãos do EstadoFoto: Elielson Modesto / Ascom Segup

De acordo com o secretário de Segurança Pública, Ualame Machado, o projeto inicia com a chegada das forças policiais, que terá a sua atuação divida em dois momentos.



"Essa é a fase de ocupação, demonstrar que o poder público chegou ao bairro e que ele vai permanecer. O choque operacional é o ingresso de forma mais intensa com cumprimentos de mandados, prisões sendo efetuadas, investigações sendo agilizadas, para que nós possamos preparar o local para que os serviços cheguem até o bairro. A partir daí, os próprios agentes de segurança pública terão um contato com a sociedade, que é fundamental. É necessário que os moradores possam, cada vez mais, confiar no trabalho da polícia, para que possamos ajudar e trazer a paz para todo mundo", explicou.

De acordo com o comandante-geral da PM, coronel Dílson Júnior, a polícia já estava atuando no bairro desde janeiroFoto: Elielson Modesto / Ascom Segup

A PM já atua, desde o início do ano, com a massificação de agentes e ações de segurança na Cabanagem. "Desde 1º de janeiro, os números apontam uma redução nos crimes cometidos no bairro, refletindo a presença dos agentes que estão ganhando, a partir de hoje, o reforço do Comando de Missões Especiais (CME), do 24º Batalhão de Polícia Militar, que cobre a área, e do Batalhão Águia, que realiza o policiamento em motocicletas", ressaltou o comandante-geral da PM, coronel Dílson Júnior.



Cronograma – A chegada do reforço policial cumprirá um calendário até alcançar os sete bairros elencados para integrar os Territórios pela Paz. No próximo dia 26, o aparato de segurança será instalado no Icuí, em Ananindeua; no dia 12 de julho, no bairro Nova União, em Marituba, nos dias 6 e 28 de agosto, no Benguí e Terra-Firme, respectivamente; no dia 23 de setembro, no Guamá; e 16 de outubro, no bairro do Jurunas.

"Estamos proporcionando a presença intensa dos órgãos de segurança pública no bairro, para que depois possam vir às ações sociais, que é o grande objetivo do projeto Territórios pela Paz", finalizou o delegado-geral, Alberto Teixeira.

Os quase 200 agentes de segurança púbica estão empregados em 62 viaturas, entre quatro e duas rodas, além do helicóptero do Grupamento Aéreo de Segurança Pública.

Por Aline Saavedra (SEGUP)

Nenhum comentário: